17 de jul de 2016

ASTROLOGIA E CRISTIANISMO

Uma vez mais fui convidado a palestrar na “Astrológica”, o mais importante evento paulista de Astrologia, que ocorre anualmente na Escola Gaia há 17 anos ininterruptos.
Eu estava, quando do convite, debruçado sobre um particular assunto, buscando compreender as razões da oposição moral e ética das Igrejas cristãs contra a Astrologia.
Pois a vida me aproximara de uma pessoa devotadamente católica que, aos mais de 50 anos, eu percebia como alguém intelectualmente honesto, bem-intencionado e com superior inteligência; esta pessoa, na primeirinha vez em que mencionei Astrologia, reagira com a veemência da aversão, muito além da reação apenas intelectual, como seria a expressão depreciativa: “ah, isto é bobagem...”.
Dispus-me, então, a compreender o que pudessem ser as razões de tal vigorosa reação afetiva, ao invés de desconsiderar o que fora oposição ao que eu dissera ter interesse.
Afinal, quantas vezes muitos de nós, ao serem confrontados, por defesa desvalorizam o argumento do outro e, com isso, deixam de recepcionar seus motivos, o que seria a base de uma verdadeira comunhão de pensamentos? Como construir uma ponte dialogal sem primeiro ver o assunto pelos olhos do interlocutor, para só depois poder contra-argumentar com maior propriedade?
Seguindo um jeito natural de ser, no meu estudo pessoal produzi um texto e, do texto, extraí o material de apresentação que deu base à palestra.







Aquela palestra terminou gerando em mim um novo livro, que será lançado em julho de 2017: "Astrologia e Cristianismo em diálogo".

Em breve, publicarei aqui algo sobre isso.

Translate