4 de out de 2013

A Astrologia Arquetípica auxilia também na saúde corporal


Estamos em outubro e neste mês, em todo o mundo se estimula as atividades de prevenção do câncer de mama, desde que em 1983 foi realizado o primeiro grande evento chamando a atenção pública para esta terrível doença. O câncer de mama é o mais comum entre mulheres e em 2012 foram registrados mais de 50 mil casos no Brasil.

O diagnóstico precoce é fundamental à cura e à vida da mulher, poupando-a e a sua família de um extremo desgaste e até da morte.


Dentro do conjunto de símbolos da Astrologia Arquetípica costuma se encontrar aspectos geométricos desafiadores (conjunção, quadratura ou oposição) entre Lua e Plutão na Carta natal de mulheres que carregam herança genética de maior propensão ao desenvolvimento desta específica doença.

Plutão é símbolo diretamente associado à formação de tumores em geral, ao passo que a Lua se associa simbolicamente aos aspectos orgânicos envolvidos com a função de reprodução, notadamente os tecidos de útero e mamas.

Um caso publicamente conhecido é o de Angelina Jolie, que apresenta em sua Carta natal uma oposição entre Plutão e Lua e recentemente optou por extirpar as mamas em função de herança familiar que a inclina à doença. Mulheres cujas Cartas natais astrológicas apresentem estes aspectos entre Plutão e Lua devem ser mais atentas à necessidade de contínua verificação médica para diagnóstico precoce: não, que certamente terão a doença, pois nem toda herança genética se expressa, mas em casos assim a probabilidade de expressão do oncogene é sensivelmente maior.

Este assunto deve também ser visto por outro ângulo, o dos homens. Raramente homens desenvolvem câncer de mama (um masculino para cem casos femininos). Todavia, desenvolvem.
Sabendo-se isto, homens que portem estes aspectos Plutão-Lua em sua Carta natal devem estar atentos a duas distintas possibilidades: que eles mesmos venham a desenvolver a doença e, mais frequentemente, que tenham atraído para convívio íntimo (ou sido atraído por elas, o que psicologicamente dá no mesmo) mulheres que, por sua vez, portem tal herança genética.

Pois o psiquismo de um homem busca viver, por meio de mulheres com as quais se envolve, características do seu modelo feminino inconsciente: assim, ele vive “aqui fora” o que “lá dentro” já carrega. Por esta razão, eles devem incentivar suas companheiras a realizar regularmente os exames de prevenção.

Vamos prevenir?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translate